Carnaval

Hoje, dia 02/02/2008, descobri a razão de eu nunca gostar do Canaval. Na verdade, quem não gosta mesmo dessa data é Deus… estranho, mas explico…Carnaval de 2008. Eu tinha uma missão simples: encaixotar minhas tralhas e me mudar de Curitiba para Porto Alegre. Mas esse tem sido o meu atual pesadelo… e estou pensando seriamente que Deus não quer que eu volte a morar em Porto Alegre. Na terça e quarta-feiras que passaram, o pessoal da transportadora foi lá em casa para desmontar armários, encaixotar e carregar o caminhão… não deu para fazer em dois dias e tivemos que entrar na quinta-feira… por volta das 16:30 estava tudo pronto… meus pais pegaram o carro deles e começaram a viagem, enquanto eu fiquei em Curitiba mais uma noite (esse era, pelo menos, o meu desejo…), pois quinta-feira é dia de futebol e são poucas as coisas que me fazem perder essa pelada. Bom, como o futebol começa somente às 20:30, fui na casa de uma amiga para me despedir e (re)descobri que a compania dela faz um bem danado a mim… e só por isso já valeria a pena continuar a morar na cidade. Cheguei na cancha e o futebol foi dos bons… logo depois tivemos uma costela na brasa e eu, que acabei não comendo muito, fui embora cedo pois tinha planos de sair as 5:00 da manhã seguinte para começar a minha viagem.

Não havia vaga em hotel nenhum na saída da cidade e eu, que já ando calejado para viajar de dia, noite, neblina, chuva e granizo, resolvi descer a serra para dormir em Joinville. Uns 30km antes da cidade, uma chuva torrencial me atingiu… não conseguia enxergar mais que 20 metros de pista e resolvi parar na primeira cama que tivesse disponível na beira da estrada. Parei numa pousada (não me lembro o nome)… além da moça me buscar de guarda-chuva no carro com água passando o tornozelo, encontrei um quarto simples (sem problemas) com uma cama simples e molenga (sem problemas), cheirando a mofo (com problemas)… quando entrei no quarto, minha rinite alérgica manifestou-se imediatamente. Tanto que reservei a toalha (não tomei banho mesmo) para encobrir o travesseiro, pois esse parecia ser o único modo de eu conseguir pregar o olho. Na verdade eu estava exagerando, pois como o dia fora puxado por causa da mudança, do futebol e da viagem, no que deitei na cama eu dormi…

No dia seguinte eu acordei às 7:00 para chegar cedo em Porto Alegre, pois queria visitar meu irmão e meu afilhado. Mas o Destino não queria isso para mim… chegando no trevo de Barra Velha, um congestinamento… fiquei quase uma hora parado por ali, até descobrir que era uma ponte que estava debaixo d’água e que a previsão era de liberarem a passagem apenas ao meio dia… liguei para meu pai (que estava adiantado na viagem, pois saíra as 16:30 do dia anterior)  e eis que ele estava parado em Florianópolis, pois uma parte do asfalto havia cedido e um caminhão estava pendurado… previsão para liberação: 15:00. Não tive dúvidas, fiz um retorno pelo acostamento, peguei uma entrada por dentro da cidade (Barra Velha ainda) e subi até a entrada de Jaraguá do Sul, para descer até Blumenau e, dali, em direção à Curitibanos para pegar a BR-116 (para os que não conhecem o caminho, isso aumentou em quase 250km a minha viagem). Para melhorar, os trevos de acesso de Blumenau pareciam estar TODOS em reforma, o que provocou mais congestionamentos (mais ou menos 30 minutos parado) e, além de Blumenau (não sei dizer em que lugar era aquilo) um acidente com um caminhão parou totalmente o trânsito por um longo período. Neste pontom eu segui uns aventureiros que “conheciam” um caminho por uma estrada de chão, pois não agüentava mais ficar parado… foram cerca de 10km de poeira, buracos e curvas fechadas… o MELHOR que essa viagem ofereceu. Dali em diante parecia tudo tranqüilo. Entrei no RS e na serra entre a fronteira e Vacaria, demorei quase 30 minutos (são 4km de estrada) por causa de três caminhões e uns quinze carros com placas da Argentina… segui pela estrada que guia a Flores da Cunha e me perdi num dos trevos pessimamente sinalizados dali. Cheguei a Caxias do Sul e fiz o pior retorno da história da engenharia de tráfego mundial. Sinceramente, o engenheiro que permitiu aquela obra deve estar ardendo no inferno, mas se não estiver, tem um advogado muito bom… Enfim… deste ponto até Porto Alegre foi sereno…

Cheguei em Porto Alegre as 20:00 daquele dia… 12 horas de viagem!!!! Visitei meu sobrinho e fui para o hotel cedo, pois a mudança chegaria no dia seguinte as 9:00… CHEGARIA se o motorista do caminhão não tivesse a brilhante idéia de viajar pela BR-101 (aquela que alagou no feriado…)… enfim, as 16:30 ele chegou na minha nova casa para descarregar. Meu pai já estava ligando para a CEEE (cia. estadual de energia elétrica no RS) para que a energia elétrica fosse re-ligada – nessa hora que eu surtei: a companhia não tem UM INFELIZ de plantão para fazer o procedimento… e só irão çigar a minha energia APÓS O CARNAVAL… provavelmente na SEXTA-FEIRA, ou seja, em 5 DIAS!!! CINCO DIAS para arrumar a casa DE DIA, pois não teremos lâmpadas para acender de noite. CINDO DIAS para lavar roupa à mão, pois não teremos a máquina de lavar. CINCO DIAS para almoçar e jantar fora, pois nem microondas podemos ligar (e o fogão também não está instalado)… cinco longos dias sem nada para fazer, a não ser colocar as roupas nos armários, pois nem um buraco na parede podemos fazer, já que não temos energia elétrica nem para a furadeira!!!

 O melhor de tudo é que, no final das contas, eu vou ter apenas o próximo final de semana para organizar minhas coisas, já que só ligarão a energia na sexta-feira e na segunda seguinte eu preciso viajar porque ao contrário do pessoal da CEEE-RS, EU TRABALHO… aliás, eu trabalho de fins-de-semana, feriados e CARNAVAL, pois passo relatórios SEMANAIS aos meus chefes que os LÊEM.

 Enfim, não espero que alguém se compadeça dessa história… não estou aqui pedindo justiça ou que liguem a minha luz amanhã ou depois (mas não seria uma má idéia…) a minha única intenção com isso é manter o site atualizado com a única coisa que eu consigo pensar no momento… minha INDIGNAÇÃO com as prestadoras de serviços públicos nesse país!

9 responses

2 02 2008
4 02 2008
mahs2love

Caramba !!
Agora eu entendo por que tu ficou tão nervoso ..
Eu tbm ficaria .. CINNNCOOO dias sem energia? PUUFFF ..
Ou Deus não curte o Carnaval, e te f.. com isso .. ou tu é mto azarado .. rs
Calma que agora falta pouco …

7 02 2008
Bruna Ávila

Noossa…
Realmente cinco dias sem luz é o fiiim.
Sua indignação está totalmete aceita.
Credo.
Mais agora acabou né…
Espero que sua luz tenha voltado, e se não, que não demore muito, porque ai tbm ninguém aguenta.
Ótima sexta.
Abração.

9 02 2008
MEder

Contagem final de tempo sem energia elétrica: 6 dias!!!

Apesar do que um amigo me perguntou, eu tomei banho nesses dias… frio enquanto não inha gás e quente depois (sorte que o chuveiro não é elétrico…). Agora, 8 dias de casa nova, já temos telefone, água, luz, gás, tv a cabo, quase todas as luminárias… já tenho minha mesa e meu armário… para eu ser feliz está faltando minha internet (previsão de instalarem até terça-feira) e minhas prateleiras, pra eu poder organizar meus lindos livros e meus extremamente necessários CDs e som… o único problema é que vou viajar por 15 dias a trabalho… então só vou ter tudo arrumado no final do mês…

Mas -agora a parte boa da coisa- estou pertinho do meu afilhado que está com 18 dias de vida (estou ouvindo ele resmungar agora) e ele está com a saúde intacta… até está comendo mais que o normal – puxou ao dindo… hehehe

13 02 2008
Annita

AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAMOOOOOOOOOOOOOOOOOREEEEEEEEEEEEEEEEEEEE!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

quer que eu bata em alguém?????
To M-O-R-R-E-N-D-O de Saudade Monstra de vc
!
Beijo!!!

13 02 2008
MEder

Opa!!!

Bater em alguém sempre ajuda a diminuir o tal de stress… heheheh

Vou morrer de saudades!! Não. Não vá embora!!! =)

BEijos
MEder

19 02 2008
Anna

NÃO VOU SUMIR…MAS TO COM SAUDADE MONSTRA….

29 05 2008
Stephani Almeida

ô…O bichinho…
Eu também detesto carnaval ¬¬’ negócio sem pé nem cabeça!
e tenho detestado cada vez mais as coisas desse país OCIOSO…mas o que se pode fazer numa nação onde NÓS permitimos que Réus primários sejam soltos, políticos roubem dinheiro público e saiam ilesos e tantas outras coisas que só no Brasil mesmo..?
Essa semana saiu no jornal que o “brasileiro é o povo mais otimista”. CLARO!!!! Se não for otimista num pais (f*****) desses (eu ia até soltar um palavrão…) vai fazer o quê?! se for sentar pra chorar nao terá água suficiente no São francisco para reidratar o pessoal…rs
ótimo blog rapaz!

Um tapinha nas costas pra você.

13 11 2009
trio eletrico

Parabens pelo blog!
Estou enviando esse site pois acredito ser muito pertinente com o assunto
trioeletrico.net.br

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: